domingo, 12 de dezembro de 2010

As horas...

- Filhota, consegues dizer as horas à mãe? (isto de ter uma recém nascida que prefere dormir a comer tem muito que se lhe diga, sempre com um despertador à mão!)
De olhos abertos e com ar de concentração em frente do receptor do meo, responde a princesa mais-que-tudo-mais-crescida:
- i, i, 4 e i (11h41)
Depois de lhe explicar que nas horas não há letras, mas só números e que o um é igual ao i, nas horas, sem aquela 'perninha', perguntei de novo passado um tudo nada de tempo.
Resposta:
um, dois, bolinha, bolinha... (12h00)
...
foi à maneira dela, mas a tradução automática de mãe é infalível. Obrigada pela ajuda, está na hora de acordar a tua mana!

Um comentário:

Filipa Maria de sá disse...

A tua filhota é um máximo! :)