sexta-feira, 6 de maio de 2011

Diálogo surreal na Segurança Social (Medo, muito medo)

- Bom dia. Eu recebi esta carta em casa e gostava de perceber que valor é este que tenho de restituir ao estado...
- Deixe cá ver... Ora isto é um subsídio monoparental. Decidiu agora juntar-se com o pai do seu filho, foi?
- Como? Não. Sou casada...
- Pois, mas foi mãe solteira, certo? E agora é que se casou com o pai do seu filho.
- Não. Sou casada vai para sete anos, temos três filhos... a primeira filha nasceu há cinco anos, depois do casamento...
- Que estranho. Mas isto é um monoparental. Mas estão todos no mesmo agregado familiar? Vivem juntos?
- Siiim.
- É que podiam ser ainda casados e estar separados de facto.
- Hum? Então, mas o BI ou Cartão do Cidadão não diz que somos casados?
- Sim, mas quer dizer, podiam ter-se casado, divorciado e já serem casados com outras pessoas...

Passando à frente o resto do diálogo que parecia uma conversa de surdos. Parece que me foi pago um subsídio monoparental, enquanto mãe solteira e agora o estado descobriu que sou casada com o pai dos meus filhos. Provavelmente terei que pedir desculpas a alguém por ter uma família normal. A verdade é que nunca requeri tal subsídio, a própria funcionária admitiu que provavelmente houve um engano, mas agora tenho que pagar 45 euros ao estado porque durante 4 meses me depositaram 11 euros e tal... Pois se me pagaram indevidamente, apesar de eu não ter nada a ver com isso, eu devolvo. Quando peço para pagar diz-me a senhora. "Olhe, eu não posso receber. A minha colega da tesouraria não está, foi a um consulta no médico, tem que cá voltar noutro dia."
E é este o país que temos.
Sem palavras. A não ser: medo, muito medo de ir à segurança social.

2 comentários:

Sof Enes disse...

Muita sorte tens tu de serem só 43 euros, uma amiga minha recebeu uma carta desse tipo... mas o engano foi de 500 euros!!!! Azar... são incompetentes e nós é que nos LIXAMOS!!! à pois é, bebé ;))

estrela disse...

Incrivel a incompetência das pessoas, anda tudo a dormir????