segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Onde vamos ouvir e viver as 12 badaladas?


A passadas largas da entrada de um novo ano avolumam-se as discussões onde dar as boas vindas a 2009. O Vida Maravilha dá uma pequena ajuda e entre as infinitas propostas um pouco por toda a parte recorda e enfatiza essencialmente as festas gratuitas, mas também fala da festa mais selectiva da noite da grande Lisboa. A mais antiga, e mais mediática talvez, é a festa no Terreiro do Paço. De olhos postos no Tejo e sem sair do coração da baixa lisboeta, público de todas as idades pode divertir-se este ano com a actuação de SérgioGodinho antes da meia-noite que depois dá lugar aos mais acelerados Da Weasel, logo nos primeiros segundos do ano novo. Mais a oriente, o Parque das Nações também é, à semelhança dos anos anteriores, ponto de encontro de muitos amigos, pela música animada, mas sobretudo pela aposta clara nos jogos de fogo de artifício. Logo ali ao lado, o Casino Lisboa oferece um concerto do Xutos e Pontapés (na foto), a maior banda rock portuguesa, numa noite gratuita e, sem sombra de dúvida, de animação garantida. Para quem gosta pouco de confusão e prefere e tem capacidade financeira para ambientes mais selectivos, o Casino Estoril apresenta as Sister Sledge, numa noite de smoking obrigatório e onde cada pessoa paga um bilhete de 500 euros.

2 comentários:

Abel disse...

Parabéns pelo blog!
A aposta na cultura é sempre um bom investimento.
Pena é haver, no nosso país, tão poucos investidores na área cultural.
Enfim, melhor é que sejam poucos e bons, que muitos e de fraquita qualidade.
Continue o bom trabalho, que vejo que vem desenvolvendo, e proponho-lhe uma óptima passagem de ano.

Ana Raquel Oliveira disse...

Que bem que sabe terminar um ano de trabalho a ler estas palavras. 2008 foi um ano de investimento no Vida Maravilha e 2009 vai ser também. Pode contar comigo sempre deste lado.