quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Rosa Lobato de Faria

Choque. Não que tivesse alguma obra dela que me tivesse tocado de forma particular. Mas era para mim daquelas pessoas eternas. Parecia sempre tão jovial. Custa acreditar.

Um comentário:

Sof disse...

É verdade, que descanse em Paz!!!