segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Trabalho e cabeça dormente

Tenho tanto para escrever, tanto, tanto, tanto que até assusta. Sobretudo porque tenho a cabeça completamente dormente. Estou há mais uma hora em frente ao computador e não me sai nada de verdadeiramente inspirador. Trabalho, trabalho, trabalho. É preciso trabalhar, trabalhar. Só com trabalho se consegue alguma coisa.... tenho que me convencer disto senão atiro-me aqui para o chão para fazer uma sestinha. Isto de ter passado o fim-de-semana fora, mas com os petizes ao colo (maior parte das vezes literalmente) cansou-me mais do que ficar em casa nas minhas lidas domésticas. Falta muito para o próximo fim-de-semana?