segunda-feira, 15 de março de 2010

impossível não DESCOBRIR


Se há coisa que me deixa de nervos à flor da pele é encontrar erros ortográficos graves como este em produtos que são para crianças. Já as canções infantis, à força de fazerem rimas sem pés nem cabeça, têm por vezes verdadeiras aberrações e atentados à língua portuguesa. Mas encontrar numa revista infantil um erro destes consegue deixar-me louca. A Princesa cá de casa não sabe passar numa papelaria sem pedir uma revistinha nova (deve estar nos genes porque o que me dá mais gozo, sobretudo nesta altura em que o tempo convida a uma pausa mais demorada numa esplanada, é ler revistas, mas também livros, horas a fio e na rua). Se até aqui eu não me importanva com o balúrdio que uma ida à papelaria representava em cada fim-de-semana, agora começo a ponderar não comprar mais nada aos pequenos cá de casa. Em vez de estar a contribuir para a boa educação deles, acho que os estou a estragar. Não acham que devia pedir o reembolso?

Um comentário:

Sof disse...

sem comentários...