terça-feira, 27 de janeiro de 2009

“Dúvida” de cá e de lá





É impossível não fazer o paralelismo entre o filme nomeado para 5 Óscares e a peça que na Primavera de 2007 Ana Luisa Guimarães Infante levou à cena, no Teatro Maria Matos, em Lisboa, peça essa que foi reposta no mesmo espaço em Dezembro desse ano. É impossível olhar para a belíssima interpretação de Meryl Streep sem recordar a não menos boa prestação de Eunice Muñoz, no palco referido da capital. É impossível olhar para a comovente actuação de Philip Seymour Hoffman sem fazer a ponte para a extraordinária interpretação de Diogo Infante. A história é belíssima e tal como em 2007 fiz aqui questão de dizer que a “Dúvida” foi das melhores peças de teatro feitas em Portugal nesse ano, também aqui digo hoje, depois de ver o filme, que “Dúvida” é sem dúvida um filme marcante. Mas sobre isso falarei mais adiante. O filme estreia em Portugal no dia 5 de Fevereiro, próxima semana. Acredito que quem não viu a peça no Teatro Maria Matos fique mais rendido ao filme, porque quem viu já está à espera de algo muito bom. Mas eu tive o privilégio de ver os dois trabalhos e comprovei a mim própria que é uma grande história. Das interpretações à imagem (leia-se cartaz), tudo é muito parecido e muito bom...

Um comentário:

Eliana Martínez disse...

O filme ja estreou? ou ainda vai estrear? Fiquei interessada...