sexta-feira, 1 de abril de 2011

E vão viver felizes para sempre

Ontem, quando fui buscar a C à escola lá andava ela a correr que nem uma desalmada com o seu JP. Ora ela à frente, ora ele a fugir e a decidir novos caminhos. Felizes e contentes a saltitar. Chamei-a e vieram os dois... aflitíssimos para fazer xixi. Sentados de frente um para o outro, nas sanitas à sua medida, o que já por si dava um quadro cómico, diz-me ele: - Sabes, eu no Verão vou à casa da Carolina. Já combinei com o pai dela. - Vais pois. Para brincarem, darem um mergulho na piscina e lancharem. Está prometido. - disse-lhe eu, ao que ele respondeu, naqueles raciocínios de criança que nunca percebemos de onde vêm - Eu vou porque o meu pai faz anos no verão... - E o meu mano também - responde ela apressada - e a minha vovó também, e o meu tio Nuno também... - A sério? Oh Carolina, já sei: e se vivessemos lá os dois para sempre? Até fiquei cheia de tosse do riso que tentava controlar. Já no caminho para o carro, diz ela no seu sorriso embevecido: - Oh mãe, o JP pode viver na nossa casa para sempre? ... olha, não me faltava mais nada!!

2 comentários:

Sof Enes disse...

LOLOLOLOLOLOLOLOLOLOL e porque não???

Mónica disse...

ahahaha!
Era bonito e lindo!!!