quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

O novo “Patinho Feio”

Como é que um cisne pode ser filho de um rato?? Por mais feio que o primeiro seja, não há volta a dar, mas na nova versão do clássico de Hans Christian Andersen, “O Patinho Feio”, a estrear dia 6 de Março pela Lusomundo, tudo é possível. Possível, encantador e divertido. Com dobragem em português, “O Patinho Feio e Eu” é o verdadeiro filme infantil. Não se trata de uma animação direccionada para os pais, mas uns desenhos animados que os mais pequeninos vão adorar. Com a participação especial de Rita Pereira, Paulo Pires e da incontornável Cláudia Cadima, para nós sempre associada às mais diferentes vozes de bonecos, o filme é muito ternurento. Partindo daquela premissa de um patinho nascer tão feio, tão feio, que todos gozam com ele, até que quando é verdadeiramente amado se transforma num lindo cisne, tal qual conto de fadas, este filme centra-se na história de um rato. Um rato também nada bonito, mas muito mais feio por dentro. Ambicioso até mais não, ele quer transformar o patinho numa atracção de feira, mas é obrigado a perfilhá-lo e o elo entre os dois só pode ir aumentando, como seria de esperar numa história de encantar. Perseguido por uma antiga namorada, o Rato teme pela vida, mas afinal tudo não passa de um estratagema para o levar a subir ao altar. Cabe ao filho do coração salvar o pai da forca! Não deixem de levar os vossos pequenos ao cinema. Eu vi hoje, gostei e por isso recomendo. A miudagem vai gostar! Volto a repetir: estreia dia 6 de Março.

Um comentário:

Ivan disse...

Sorry. Look please here