sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Um conto de fadas chamado “Penélope”


“O problema não está na maldição, mas sim na importância que lhe damos”. É esta a mensagem que o novo filme “Penélope”, que estreia dia 28 de Fevereiro, a próxima quinta-feira, quer passar. Com Christina Ricci, James McAvoy, Catherine O’Hara e Reese Witherspoon, o filme é uma espécie de conto de fadas, passado nos nossos dias e com situações bastante cómicas. Não é infantil, mas dispõe bem qualquer família, ainda que não lhe possamos chamar de comédia hilariante. A história gira em torno de uma maldição que se abateu numa família, depois de um antepassado ter engravidado uma criada e não ter casado com ela. A mãe da abandonada lançou um feitiço, de que a próxima mulher a nascer daquela família teria nariz de Porco, mais precisamente focinho de Porco, à séria! Para quebrar o feitiço, essa mulher teria que ser aceite no seu seio tal como é. E ela nasce. Penélope é bonita e endinheirada, mas qualquer um se assusta de morte quando a vê, com aquele focinho no lugar no nariz. A mãe insiste em procurar um noivo, no seio aristocrata para acabar com aquela maldição, mas na verdade bastava a própria mãe amar aquela filha tal qual ela veio ao mundo. Não é a mãe que quebra ao feitiço, mas ela própria, quando se assume perante a sociedade como tal, sem vergonha de si própria e descobre que afinal gosta de si como realmente é. A mensagem é importante e o filme tem com momentos. É descontraído para ver numa noite de domingo e pensar em começar bem a semana. A distribuição é da Lusomundo.

Um comentário:

Penélope disse...

I read the book that talks about this film, and it is fascinating, I simply will recommend adorei.Eo all is a great lesson in life.

My name is Penelope.